Cuidador de Cães geriátricos

 

Módulo I

Para começar cachorros de diferentes portes não envelhecem de forma idêntica. Portanto cachorros de porte gigante são considerados idosos a partir do oitavo ano de vida, enquanto os pequenos só serão considerados na terceira idade com nove anos.

 

O porte é um parâmetro importante!

Quanto menor o cão, maior a expectativa de vida. Em cães de porte grande (25-45 kg) e gigante (> 45 kg), o processo de envelhecimento começa mais cedo. Um cão de porte gigante atinge o período geriátrico (último quarto de sua expectativa de vida) ao redor de 7-8 anos de idade. Para um cão de pequeno porte (< 10 kg), o início do período geriátrico não ocorre até que ele tenha 11-12 anos de idade.

 

Idosos assim como os humanos precisam de cuidados especiais. A palavra “Atenção” não deverá sair do seu dicionário. Enquanto o corpo envelhece, os sintomas aparecerão quase que imperceptíveis. Mas com um pouco de cuidado você pode proporcionar uma velhice calma e confortável para o cãozinho.

Local do descanso:

Nessa fase da vida o que parece nada pode ser grande coisa. Fique atento ao piso. Evite que ele permaneça grande parte do tempo em pisos úmidos e frios ou em locais com sol quente. Coloque sua caminha em local quente, sem vento e de fácil acesso. Além disso, lembre-se, uma superfície dura ou áspera pode provocar calos existindo a possibilidade de ficar ulcerados e infeccionados, portanto garanta grande acolchoamento.

Escadas:

Cachorros de idade elevada começam a ter dificuldades nos sistemas sensoriais, seu equilíbrio e visão não são os mesmos de anos atrás. Se na residência do cãozinho tiver uma escada que pode apresentar algum perigo eminente, impeça sua passagem por meios de portões em ambas as extremidades. Pode parecer exagero, porém, vale pela segurança, tranquilidade e ele fará menos esforço ao tentar persegui-lo.

Passeios e exercícios:

Diminua o passo, mas não extingue o passeio! Cachorros idosos continuam a gostar de passeios só que agora preferem os mais lentos. Contemple a citação da grande marca Pedigree 

“Cães geralmente ficam mais lentos com o passar do tempo. Pode ser que ao invés de correr à sua frente, como fazia quando era mais jovem, agora ele contente-se em andar tranquilamente ao seu lado” 

Higiene:

Atenção esse tópico é extremamente importante. Fique atento a higiene! Banhos são bem vindos, mas não exagere.

Banhos retiram a oleosidade natural dos cachorros que os protege de infecções, fungos, etc.

Procure dar banhos de acordo com a necessidade da raça.

Cachorros de pelos longos devem ser penteados diariamente para que o óleo natural anteriormente citado se distribua. Além disso, cuidar bem do pelo, como as massagens, melhora a circulação do sangue e você poderá ficar atento a alterações no seu corpo.

Leia com atenção A citação abaixo da marca Pedigree:

“Cuidar da pelagem de seu cão regularmente quer dizer que você também pode ficar de olho em coisas anormais e em perda de pelo, feridas, irritação e evidência de pulgas ou parasitas. Você pode ver também se ele está como novos calombos ou batidas. Verrugas e tumores gordurosos benignos (lipomas) são comuns em cães idosos. Eles não devem causar problemas, a não ser que estejam em uma local que possa causar danos a outras estruturas (na pálpebra, por exemplo) ou onde sejam desconfortáveis, facilmente traumatizados. Seu veterinário pode analisar qualquer inchaço incomum especialmente quando estiver crescendo rapidamente. O veterinário pode acalmá-lo e indicar o melhor tratamento. Caso seja necessária uma cirurgia, é melhor que seja feita no início”

© Cão Passeador. Todos os direitos reservados. | CNPJ 21.792.962/0001-09